MARINA DIZ QUE VOTARIA A FAVOR DAS REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA SE FOSSE PARLAMENTAR E CAUSA MAL-ESTAR NA REDE

Até hoje sem se posicionar sobre as reformas do governo Temer, a ex-senadora Marina Silva, candidata à presidência em 2010 e 2014, afirmou nessa segunda-feira 15 que, se fosse parlamentar, votaria a favor das propostas de reforma da Previdência e trabalhista

Ela acrescentou que trabalharia para corrigir algumas “arbitrariedades” existentes nos textos, em entrevista ao Broadcast Político. Ela concorda, por exemplo, com as idades mínimas de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres e é contra o tempo mínimo de contribuição de 25 anos para se aposentar.

Na entrevista, Marina afirmou também que PT, PMDB e PSDB estão juntos em um movimento para “arrefecer” a Operação Lava Jato. Leia aqui a íntegra.

 – As declarações feitas pela ex-senadora Marina Silva (Rede), levaram a uma insatisfação entre os membros da legenda.

Enquanto Marina se declarava a favor das mudanças rejeitadas por mais de 90% dos brasileiros, a Rede se mobilizava para que a base do partido no Congresso vote de forma contrária ao desejo do governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =