Uma série de áudios, textos e postagens atribuídos ao Primeiro Comando da Capital (PCC) tomou conta das redes sociais – Neo Química Arena é o novo nome do estádio do Corinthians (Foto: Wander Roberto)

Uma série de áudios, textos e postagens atribuídos ao Primeiro Comando da Capital (PCC) tomou conta das redes sociais e grupos de WhatsApp de torcidas organizadas de São Paulo ontem (15) e levou torcedores a propor o fim das brigas no futebol paulista.

De acordo com reportagem do portal UOL, nos áudios, torcedores relatam reuniões nas quais integrantes do PCC teriam ordenado o fim da violência no futebol, motivados pela briga entre Mancha Verde e Gaviões da Fiel há uma semana.

Na ocasião, dezenas de palmeirenses fizeram uma emboscada contra um ônibus da Gaviões, deixando vários rivais feridos. Entre eles, de acordo com os relatos, haveria ao menos um corintiano ligado ao grupo criminoso.

Procurados, a Polícia Civil, o Ministério Público e as lideranças das organizadas não confirmaram a ordem do PCC. Jorge Luís, o presidente da Mancha Verde, negou enfaticamente qualquer contato com a organização (veja abaixo).

Mas a mera possibilidade da ordem do PCC ser verdadeira já provocou medo em muitos torcedores. Eles agora têm a certeza de que não haverá episódios de violência entre as torcidas paulistas ao menos nas próximas semanas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =