– Além disso, 24.610 pessoas estão desalojadas e tiveram de sair das residências sem saber quando poderão voltar

– A tragédia provocada pelas enchentes em Minas Gerais continua atingindo milhares de pessoas. O número de mortes chegou a 24 e há, até o momento, 3.992 desabrigados. Nas últimas 24 horas, houve cinco vítimas fatais, segundo a Defesa Civil informou nesta quarta-feira (12).

Além disso, há 24.610 pessoas desalojadas, que tiveram de sair das residências sem saber quando e se poderão voltar. A Defesa Civil afirmou, também, que há 341 municípios em estado de emergência.

Entre as mais recentes vítimas das fortes chuvas que castigam o estado está um homem de 55 anos, que morreu soterrado, depois de ter sua casa atingida por um deslizamento de terra em Ouro Preto, na segunda-feira (10).

No município de Perdigão, também na segunda, foram encontrados os corpos de duas mulheres, de 55 e 79 anos, que tiveram o carro arrastado pela enxurrada.
por taboola

Em Santana do Riacho, na terça (11), um homem de 34 anos morreu atingido por um raio, quando escalava o Morro da Pedreira, na região da Serra do Cipó. No mesmo dia, outro homem, que não teve a idade revelada, morreu após um muro cair sobre ele, durante um vendaval.

Defesa Civil emite alertas para a população para que deixem suas casas

A Defesa Civil emitiu um comunicado pedindo que a população mineira se informe por meio de mensagens de textos enviadas diariamente com alertas meteorológicos. Para o cadastro no serviço é preciso enviar um SMS para o número 40199, com o CEP da residência ou local desejado. As informações são da CNN Brasil.

“Estamos emitindo alertas para que a população ribeirinha e pessoas que moram em áreas de risco saiam das suas casas, vão para casa de parentes ou locais seguros. Dessa forma, conseguimos evitar que pessoas sejam afetadas, minimizando possíveis danos e tragédias. É uma situação muito difícil, mas o momento é de salvar vidas”, relata o coronel Osvaldo de Souza Marques, coordenador estadual da Defesa Civil de Minas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × três =