Reeleito com mais de 75 por cento dos votos, a maior votação majoritária da história de Mirabela, o atual prefeito Luciano Rabelo tem surpreendido a população e as principais lideranças pelo empreendedorismo, obras e ações desenvolvidos já no início do segundo mandato. Em plena pandemia e escassez de recursos, a Prefeitura está atuante, pagando os salários e direitos dos servidores em dia e, ainda, realizou importantes obras como a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro São Geraldo e reforma geral, com novo paisagismo da Praça Bom Jesus, na área central.
No primeiro mandato, Luciano Rabelo mostrou a que veio: manteve os compromi9ssos assumidos pelos antecessores, realizando obras diversas na cidade e área rural, ampliou os apoios políticos nas esferas municipal, regional, estadual e federal, concretizou parcerias com a iniciativa privada, alavancou o progresso, dando continuidade às ações de divulgar as potencialidades de Mirabela, já conhecida nacionalmente como a cidade da carne de sol e do pequi. Destacam as obras como do shopping popular “Fábio de Jesus Ribeiro”, reforma de estradas, conclusão de obras em andamento, e ampliou estruturas e quadro de servidores para agir no enfrentamento à Covbid-19.
Com o apoio do Governo do Estado, senadores mineiros, deputados e dos vereadores, a administração municipal tem tudo para deslanchar e superar as expectativas dos eleitores que votaram no prefeito e, também, agradar aos que foram contra. O prefeito Luciano Rabelo, que administra ao lado do vice, Jorge da Emater, está realizando uma administração séria, coerente, transparente e eficiente, beneficiando crianças, jovens, adultos e idosos do perímetro urbano e da área rural. As obras, ações e benefícios representam o que Mirabela precisa e a população merece.
O secretário de Serviços Urbanos de Mirabela, Fernando Rabelo, lembra que o município está progredindo a passos largos. Reforça que as ações são em harmonia com a Câmara Municipal e com a iniciativa privada e que novos projetos serão implementados em breve, em benefício de toda a população seja com recursos próprios ou até mesmo em parcerias públicas privadas.

Fotos: Pedro Neto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =