A poucos dias do término do seu mandato de governador do Estado de Minas Gerais, Fernando Pimentel assinou o ato de nomeação dos professores Antônio Alvimar Souza e Ilva Ruas de Abreu para o exercício dos cargos de reitor e vice-reitora da Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes – nos próximos quatro anos.

Publicado no Diário Oficial no último dia 21, o ato colocou fim à expectativa vivenciada pela comunidade acadêmica e sociedade em geral desde a formação da lista tríplice em decorrência das eleições realizadas no dia 18 de outubro. A solenidade de posse – presidida pelo reitor antecessor João dos Reis Canela – ocorreu no mesmo dia do ato nomeativo no auditório do prédio 06 da Universidade.
Sobre o acontecimento da nomeação dois aspectos significativos devem ser considerados: 1) Pimentel agiu em respeito ao desejo democrático da academia, afinal, Antônio Alvimar e Ilva Ruas foram os mais votados dentre os candidatos; 2) Pimentel agiu motivado pela segurança de que esses professores possuem as qualidades acadêmicas necessárias para conduzir a Universidade, sobretudo nesse tempo de muitas incertezas no âmbito das políticas do Estado e do Brasil como um todo.
Sem dúvida, os gestores recém-empossados conhecem as dificuldades por que passa a educação pública brasileira e os problemas que ameaçam o desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão nas universidades. Sendo assim, ambos, dando voz aos anseios coletivos, poderão realizar um trabalho de extrema defesa da Unimontes, esse importante patrimônio educacional do norte de Minas Gerais.
Apesar de reconhecida como amplo espaço de produção do conhecimento, a Unimontes necessita de uma ressignificação. E isto deve ser pontuado prioritariamente através da real valorização do seu corpo docente, dos servidores técnico-administrativos, dos estudantes, dos seus cursos de graduação e programas de pós-graduação, a partir de ações afirmativas. Para tanto, o reitorado que se inicia terá que pautar suas metas trilhando o caminho do diálogo com a classe política, os gestores públicos, os membros da comunidade universitária e a sociedade.
Unir forças em torno do crescimento dessa egrégia instituição é algo premente. Os professores Antônio Alvimar – que antes exercera o cargo de vice-reitor -, e Ilva Ruas, com certeza, guiados pelas suas experiências e pelos seus olhares sensíveis às questões que afligem a vida funcional da Unimontes, através da abertura de diálogos e outras iniciativas, poderão proporcionar a abertura de novos rumos.

(*) Doutor em Filosofia pela UFMG, professor e ex-diretor do Centro de Ciências Humanas da Unimontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 9 =