O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) homologou em publicação no Diário Oficial do Estado, resultado da licitação que permite a retomada das obras de complementação dos serviços de melhoramento e pavimentação das rodovias MG-402 e MG-202, trecho Pintópolis – Urucuia, no Norte de Minas.
De acordo com a licitação, os 73 quilômetros de obras serão divididos em dois lotes: o lote um com 21,753 quilômetros e o lote dois com 51,440 quilômetros.
Os recursos para execução das obras estão garantidos por meio do Provias. A assinatura do contrato com a empresa Mais Construtora Ltda, vencedora da licitação, e a autorização para o início dos serviços, devem ocorrer nos próximos dias.

Histórico
Os trabalhos de pavimentação das rodovias foram temporariamente interrompidos devido ao não cumprimento, por parte da antiga empresa responsável pela obra, das metas de execução estabelecidas. Diante disso, foi necessária a rescisão contratual e publicação de um novo edital.

Benefícios
As obras no trecho Pintópolis-Urucuia vão integrar a região Norte e Noroeste de Minas, os vales do Jequitinhonha e Mucuri e o Sul da Bahia, facilitando o transporte de grãos, que é a base da economia da região.
Além disso, a expectativa é a de que, após a conclusão dos serviços, cerca de 100 mil pessoas sejam beneficiadas diretamente pela pavimentação do segmento.
“A pavimentação da MG-402 e MG-202 é uma obra esperada pela população do Norte de Minas há décadas. A melhoria vai trazer benefícios logísticos e de segurança viária para toda região, além de diminuir significativamente o tempo de deslocamento no trajeto até Brasília, que poderá ter redução de mais de duas horas”, destacou o diretor-geral do DER-MG, Rodrigo Tavares.
Durante a execução dos trabalhos serão gerados cerca de 130 novos postos de trabalhos.

Acordo de Reparação
A obra é custeada com recursos do Acordo de Reparação ao Rompimento das barragens da Vale em Brumadinho, assinado pelo Governo de Minas, o Ministério Público de Minas Gerais, O Ministério Público Federal e a Defensoria Pública de Minas Gerais.
O rompimento tirou a vida de 272 pessoas e gerou uma série de danos sociais, econômicos e ambientais.

Provias
Considerado o maior programa de recuperação e pavimentação rodoviária da última década, o Provias tem como objetivo reverter a situação precária em que se encontram muitas rodovias mineiras devido ao baixo investimento realizado por gestões anteriores na manutenção das estradas.
O programa conta com quase R$ 2,5 bilhões em investimentos, que estão sendo aplicados em de 124 intervenções em rodovias de Norte a Sul do estado.
O Provias se divide em dois eixos: recuperação funcional, com objetivo de promover melhorias no pavimento das estradas em pior estado de conservação; e pavimentação e construção de pontes, com foco em viabilizar novas ligações entre importantes regiões de Minas Gerais.
O programa tem potencial de adicionar ao Produto Interno Bruto (PIB) mineiro o montante de R$ 1,3 bilhão e aumentar a arrecadação com impostos indiretos em cerca de R$ 225 milhões. (Agência Minas)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =