A Jovem Pan tem apresentado diversos problemas financeiros, o que causou a demissão de apresentadores e o cancelamento de dois telejornais, além de um corte em seu tempo de programação ao vivo. Agora, a produção diária encerra às 23h. A informação é do TV Pop.

Vitor Brown foi afastado da Jovem Pan. Foto: Reprodução

A emissora decidiu descontinuar a produção do Jornal da Manha 2ª Edição, transmitido nas rádios e nas plataformas digitais da empresa, e da edição diária do Fast News, que era comandada por Vitor Brown e ia ao ar entre 22h e 00h.

A parte da grade ocupada por telejornais passará a transmitir os programas Pânico e uma versão maior do Jornal Jovem Pan, principal telejornal do grupo.

A demissão repentina de Adriana Reid, ex-apresentadora do renomado programa Jornal da Manhã, abalou intensamente a Jovem Pan (Foto: Reprodução/Jovem Pan)

A demissão repentina de Adriana Reid, ex-apresentadora do renomado programa Jornal da Manhã, na última segunda-feira (10), abalou intensamente a Jovem Pan. A saída inesperada da profissional não apenas afetou a estrutura do canal, mas também gerou incertezas quanto à permanência de outros membros da equipe.
A demissão de Adriana Reid foi resultado direto de suas reclamações acerca do horário de trabalho, especialmente das madrugadas, e acabou culminando em sua dispensa após uma semana afastada de suas funções. A empresa também promoveu alterações nas equipes de câmeras, repórteres e mídias sociais, além de cancelar a segunda edição do jornal matutino, anteriormente conduzido pela apresentadora, e o programa Fast News.

Anteriormente, a programação jornalística da Jovem Pan se estendia até às 2h da manhã, mas agora foi reduzida para terminar às 23h. Com as mudanças implementadas, os horários vagos serão preenchidos com reprises de outras atrações, como o Três em Um, um programa de debates políticos, e o Pânico, que será transmitido entre as 23h e 1h. Além disso, o programa Fast News também sofreu alterações, passando a ter uma hora de duração, entre as 23h e 00h.

A assessoria de imprensa da Jovem Pan confirmou as informações à coluna, afirmando: “Houve uma reestruturação na grade de programação. O Jornal da Manhã, que era transmitido exclusivamente pela internet, está fora do ar”.

Essas recentes modificações na programação, somadas à demissão em massa decorrente da saída de Adriana Reid, evidenciam uma crise na Jovem Pan. Agora, a emissora terá o desafio de lidar com a reestruturação e reorganização necessárias para manter sua audiência e relevância no cenário midiático.

Nos últimos quatro anos, a Jovem Pan virou a voz do bolsonarismo com verbas do governo e tom amigo
Pesquisas qualitativas indicaram que a rádio tem ouvinte fiel, que não consome outras fontes, não lê jornal, evita TV e se informa em redes sociais e WhatsApp (EM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − três =