O Papa Francisco recebeu nesta segunda-feira (27), no Vaticano, o cacique brasileiro Raoni Metukire, líder da etnia indígena caiapó e um importante defensor da Amazônia.

“Com este encontro, Francisco quer reiterar sua atenção pela população e pelo meio ambiente da região amazônica e seu compromisso com a proteção da Casa Comum [como ele se refere ao planeta Terra]”, explicou o porta-voz do Papa, Alessandro Gisotti.

Considerado o pontífice mais sensível aos problemas ecológicos após a publicação, em 2015, da encíclica “Laudato Si”, o Papa argentino convocou para outubro deste ano um sínodo ou assembleia de bispos sobre a Amazônia. O objetivo é proteger os povos desta região que abrange nove países e é considerada o pulmão do planeta.

“A audiência com Raoni também fez parte da preparação para a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Panamazônica, a ser realizada de 6 a 27 outubro, com o tema ‘Amazônia: Novos caminhos para a Igreja e para Ecologia’”, precisou Gisotti.

Raoni iniciou em 13 de maio uma excursão de três semanas pela Europa, onde denuncia a devastação de seu vasto território, ameaçado pelo desmatamento, pelo agronegócio e pela indústria madeireira.

A viagem de Raoni acontece em meio a tensões com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que tem se mostrado favorável à exploração econômica de áreas protegidas na Amazônia.

Com informações da RFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =