Por iniciativa do vereador Rodrigo Cadeirante, a Câmara Municipal de Montes Claros aprovou em regime de urgência projeto de lei concedendo o título declaratório de utilidade pública municipal à Ong “Bora Viver”, que atende a população mais carente e presta assessoria às pessoas com necessidades especiais e a seus familiares.

Vereador Rodrigo Cadeirante – Divulgação

Com o título de utilidade pública a associação fica credenciada a participar de editais e a receber recursos públicos via convênios. Autor do projeto, Rodrigo revelou que foi procurado pelo idealizador da Ong, Ricardo Montes, e se identificou com sua história. A exemplo do vereador, Montes teve sua vida impactada ao ser diagnosticado com uma doença rara denominada mielite transversa aguda (inflamação na medula).
Ele chegou a ficar sem movimento do tronco aos pés e precisou ser cuidado por outras pessoas. Durante o seu tratamento no Hospital Sarah Kubitschek em Belo Horizonte, especializado em reabilitação neurológica, teve a ideia de criar a entidade. “Tive uma identificação natural com Ricardo, que superou dificuldades e procurou soluções abrangentes para ajudar outras pessoas”, disse Rodrigo Cadeirante.
O vereador lembrou a atuação da Ong durante o período da pandemia, quando prestou assistência aos mais carentes por meio de equipe multiprofissional que conta com fisioterapeutas, psicólogos, assistente social e nutricionista.
As atividades da Ong Bora Viver consta de atendimentos especializados, garantia de direitos das pessoas com necessidades especiais e campanha de doações. A Ong já entregou mais de 2 mil cestas básicas, distribuiu mais de 500 agasalhos e 8 cadeiras de rodas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =