Com 100% das urnas apuradas, Zema obteve 56,18% dos votos, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Alexandre Kalil, do PSD, ficou com 35,08%

Romeu Zema, do partido Novo, foi reeleito governador de Minas Gerais neste domingo (2).
Com 100% das urnas apuradas, ele obteve 56,18% dos votos, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Alexandre Kalil, do PSD, ficou com 35,08%.
Após a confirmação da vitória em 1º turno, Zema concedeu entrevista coletiva no comitê de campanha, de Belo Horizonte, onde apoiadores se reuniram.
“Para mim, é uma satisfação enorme ter recebido agora há pouco os dados que indicam a nossa eleição para o segundo governo em Minas Gerais. Isso demonstra que o mineiro tem aprovado a nossa gestão e está satisfeito com os avanços do estado. A nossa proposta para esse segundo governo é exatamente essa: continuarmos levando adiante aquilo que nós iniciamos”, afirmou o governador.
Ele disse que pretende ampliar a reforma de escolas e estradas, concluir as obras de hospitais regionais e melhorar a segurança do estado.

Biografia
Romeu Zema Neto nasceu em Araxá, no Triângulo Mineiro, tem 57 anos, é divorciado e pai de dois filhos. Ele é empresário e formado em Administração de Empresas. Começou a trabalhar aos 11 anos. Foi cobrador, frentista, balconista, estoquista, caixa, comprador, vendedor, analista de marketing, analista comercial e gerente.
Em 1991, assumiu o comando das Lojas Zema, que se tornou uma rede varejista com 430 unidades em Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia e Espírito Santo.
Em 2018, foi eleito governador pela primeira vez em 2018, quando derrotou Antonio Anastasia (PSDB) no 2º turno, com 71,80% dos votos válidos.
Neste ano, Zema declarou patrimônio de R$ 129,7 milhões ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que representa aumento real de 46% em relação a 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + dezoito =