Aécio Neves perdeu eleição presidencial de 2014 – Reprodução
Nesta sexta-feira, na GloboNews, o jornalista Octavio Guedes disse que a semente do golpismo não foi plantada por Jair Bolsonaro (PL), mas, sim, por Aécio Neves (PSDB), quando perdeu as eleições presidenciais para Dilma Rousseff (PT) em 2014 e questionou o resultado das urnas.
“Essa fake news de sala escura, sala secreta, não começa com Bolsonaro, começa com Aécio Neves, com o PSDB. Então, eles dizem que o Aécio estava na frente e que, depois, funcionários do TSE entraram na sala secreta e que a partir daí a Dilma ganhou”, disse Guedes. “Essa fake news eu considero que o fim da nova República se dá com o Aécio Neves, quando ele questiona o resultado das eleições com essa fake news”.
“O PSDB não reconhecendo a vitória do PT, exatamente o que o Bolsonaro tá planejando. Quando eu costumo dizer que a nova República acaba com o Aécio Neves, nesse momento de reconhecimento democrático dos adversários, porque a nova República começa com o avô dele, Tancredo Neves”, prosseguiu.
“É só no Brasil que é possível você desenhar esse roteiro. Um período democrático começando com o avô, que era muito jovem nas ideias, apesar de velho na idade, e termina com o Aécio Neves, muito jovem em ideia em relação ao Tancredo, mas um velhaco em ideias”, concluiu ele. Confira:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 6 =