A categoria pede aumento salarial e reestruturação de carreira

Ação do Ibama contra o garimpo ilegal em terras do povo Yanomami em Roraima – IBAMA / AFP

Servidores do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) marcaram uma paralisação do trabalho para quarta-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente.
Atualmente, o salário total de cada funcionário é composto pelo vencimento básico (55% do total) mais a gratificação de desempenho (que representa 45% e é influenciada pela avaliação pessoal e institucional). A gratificação do funcionário fica prejudicada se algumas metas não forem cumpridas. A categoria pede mudanças no percentual para 70% a 30%.
O grupo dos servidores ambientais inclui profissionais do Ministério do Meio Ambiente (que hoje engloba o Serviço Florestal, uma secretaria da pasta), do Ibama e do Instituto Chico Mendes De Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
São 4.978 funcionários ativos, distribuídos nos quatro órgãos, além de 4.575 aposentados e mais 2.105 pensionistas, totalizando 11.658. Os dados foram compilados pelo Ministério de Gestão e Inovação (MGI) em agosto de 2023 e tiveram pequenas alterações. Na demanda por reestruturação de carreira, estão contemplados também os inativos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =