Indagado sobre a comunicação no governo Lula 3, João Pedro Stédile, dirigente do MST, foi contundente: “se não colocar recursos na mídia popular, irão se arrepender, especialmente quando chegarem as eleições!”.

Durante a coletiva concedida nesta segunda-feira, 28 de agosto, às mídias progressistas, a convite do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, Stédile também criticou a divulgação do governo sobre seus programas neste primeiro ano de mandato.

“O povo precisa estar informado sobre o que é necessário saber, inclusive as políticas públicas”, diz. “Não adianta ter bons programas de governo se ninguém sabe que existem ou como participar”.

Em relação à distribuição da publicidade oficial, amplamente concentrada pela mídia hegemônica e, em especial, nas mãos da Globo, Stédile ironiza: “dar dinheiro para a Globo é como lavar um porco com xampu. Não dura 15 minutos!”.

Abaixo, o vídeo com a íntegra da entrevista de Stédile à mídia alternativa.

YouTube player

Viomundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 3 =