Tarsila do Amaral – Autorretrato –
A cada dia mais valorizada, a pintora brasileira teve seu quadro A Lua adquirido pelo MoMA de Nova York, um dos museus de maior prestígio no mundo. A obra já está exposta em uma das principais salas do museu, ao lado de um Picasso. Estima-se que tenha sido comprada por cerca de 20 milhões de dólares (aproximadamente 80 milhões de reais), o que faz da artista a mais valorizada da pintura nacional. Um outro trabalho seu, certamente o mais famoso (Abaporu), adquirido por 1,5 milhão de dólares em 1995 vale hoje, segundo especialistas, mais de 100 milhões de reais.
Tarsila do Amaral (1886-1973) foi das mais importantes artistas nacionais. Em sua época, criada para ser esposa e mãe, ela fez diferente: ousou escolher o lugar que queria ocupar no mundo e agiu para isso. De volta a São Paulo após dois anos em Paris, integra o “Grupo dos Cinco” da Semana de Arte Moderna de 1922. O grupo assume a liderança do Movimento Modernista no país.
Abaixo, A Lua (1928).


Era o quadro preferido do seu marido, o poeta Oswald de Andrade, que o manteve até a sua morte, mesmo depois de separado de Tarsila.
Com essa obra, segundo uma curadora da retrospectiva de Tarsila no MoMA, “a brasileira construiu o casamento definitivo entre a vanguarda artística europeia e a tradição brasileira. O tom onírico d’A Lua é como um surrealismo _made in Brazil _, no qual destacam-se as cores fortes e o primeiro plano é ocupado por um elemento essencialmente nacional, um mandacaru (aqui na versão de um corpo que conjuga animal e vegetal em uma só figura surrealista.)”

Abaporu é uma pintura a óleo da artista brasileira Tarsila do Amaral. É uma das principais obras do período antropofágico do movimento modernista no Brasil. Hoje é a tela brasileira mais valorizada no mercado mundial das artes, com valor estimado de US$40 milhões.
*Wikipedia
“No quadro vemos a valorização do trabalho braçal (observe o pé e a mão enormes) e a desvalorização do trabalho mental (repare na cabeça minúscula).”
Doutora Rebeca Fuks.

P e n s a m e n t o . . .

“Um homem sem endereço é vagabundo; com dois endereços é libertino”.
Bernard Shaw

________________________________________________

• bons botecos
Se estiver no Edgar ou passando por lá, não passe batido. Vá ao FRANGO’S BAR.
Espetinhos variados, jantinhas deliciosas: arroz com pequi, feijão tropeiro etc. Sinuquinha reservada. Juliano e Danilo sempre atenciosos.
Endereço
R. Santinha Tolentino, 620 – Edgar Pereira
Telefone
(38) 99134-1413
Horário
18h00 a 00h00

Empório Canadá.
A melhor batata recheada da cidade.
Sanduíches e Tira-gostos.
R. Santa Maria, 722 – Todos os Santos, logo depois da praça.
Telefone
(38) 99801-8578
Horário
18h00h a 00h00

Bar do Alex do Peixe.
Pescados, feijão tropeiro e muito mais. Ótimos preços.
Av. Carlos Ferrante, 336 – Edgar Pereira.
Telefone
(38) 99907-5725
Horário
18h00 a 00h00

• R e c e i t a
Confira 20 maneiras diferentes (e ótimas!) de preparar ovo!
Na foto há um omelete no canto do prato com salada do lado. O omelete é uma das maneiras de preparar ovo.

Na foto há um omelete no canto do prato com salada do lado. O omelete é uma das maneiras de preparar ovo.

Veja como incrementar omeletes nos dias corridos e conheça receitas diferentes para você se aventurar! (Foto: Shutterstock)

O ovo é um daqueles alimentos que utilizamos em muitas receitas, mas ele também fica uma delícia sendo a estrela principal da sua refeição. Estamos acostumados a fazer as receitas mais simples, como omeletes e ovos mexidos, mas existem muitas outras maneiras de preparar ovo e deixar sua refeição ainda mais deliciosa!

Confira abaixo algumas receitas fáceis para você inovar na hora de consumi-lo:

Na frigideira

1. Para gema mole: aqueça uma frigideira com óleo, em fogo médio, quebre o ovo despeje com cuidado. Frite por 3 minutos, regando a clara com o óleo.

2. Para gema dura: quebre o ovo e despeje com cuidado em uma frigideira com óleo quente, em fogo médio. Frite por 3 minutos, regando a clara e a gema com óleo, ou vire o ovo, com cuidado,e frite do outro lado.

Cozidos

3. Ovos cozidos: ferva uma panela com água, acrescente os ovos inteiros e cozinhe por 10 minutos. Deixe esfriar, retire a casca e tempere a gosto.

4. Ovo recheado: cozinhe os ovos inteiros em água fervente por 10 minutos. Descasque, corte ao meio, retire a gema com cuidado e misture com carne moída refogada a gosto. Recheie as claras, cubra com queijo parmesão ralado, leve ao forno médio, preaquecido, até gratinar.

5. Ovos ao forno: quebre os ovos e despeje em tigelinhas de porcelana untadas. Acrescente 2 colheres (sopa) de creme de leite e temperos a gosto. Tampe e leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 7 minutos.

6. Ovos quentes: cozinhe os ovos em água fervente com sal por 3 minutos. Com uma faca, corte uma tampa dos ovos e sirva, sem descascar, com uma colher. A clara deve ficar levemente firme e a gema, mole.

7. Patê de ovos: cozinhe 10 ovos, descasque e amasse com um garfo. Misture com azeitonas picadas, cheiro-verde picado, 1 cebola picada, 1/2 cenoura ralada, azeite a gosto e 250g de maionese.

Ovos mexidos

8. Ovo mexido: aqueça uma frigideira com óleo, em fogo médio, e quebre o ovo dentro. Mexa com uma colher até cozinhar. Se desejar, acrescente arroz cozido no final da fritura do ovo e mexa.

9. Ovo mexido com batata: corte batatas em palitos ou rodelas e frite em imersão em óleo quente. Quebre os ovos no óleo quente e misture com as batatas até cozinhar.

Omeletes

10. Omelete: bata os ovos e sal com um garfo e despeje no fundo de uma frigideira antiaderente, em fogo médio. Frite por 3 minutos, levantando as beiradas com m garfo para o ovo cru escorrer. Vire o ovo e frite até dourar.

11. Omelete de forno: com um garfo, bata os ovos com temperos e legumes picados gosto.Despeje em um refratário untado com óleo e asse por 20 minutos em forno médio, preaquecido.

12. Omelete suflê: bata 3 claras em neve, acrescente as gemas temperadas e batidas e frite como omelete, sem mexer.

Ovos de codorna

13. Ovinho empanado: leve ao fogo médio 2 tomates picados, 1 cebola picada e margarina, mexendo até desmanchar o tomate. Acrescente 2 cubos de caldo de galinha,cheiro-verde, 2 xícaras (chá) de leite, temperos a gosto e deixe ferver. Acrescente 1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo de uma só vez, mexendo até soltar da panela. Deixe esfriar, sove a massa e abra porções na palma das mãos. Recheie com 1 ovo de codorna cozido. Passe por claras batidas, farinha de rosca e frite até dourar.

14. Ovo de codorna temperado: cozinhe ovos de codorna em água fervente com sal por 5 minutos. Deixe esfriar, descasque e tempere a gosto. Conserve em um pote com tampa na geladeira.

15. Ovo de codorna em conserva: cozinhe 3 dúzias de ovos de codorna em água fervente com sal por 5 minutos e descasque. Ferva meio litro de vinagre com sal. Coloque os ovos em um pote de vidro esterilizado, despeje o vinagre quente, folhas de louro e um pouco de azeite. Tampe o vidro e deixe descansar por 5 dias em local arejado antes de consumir.

Na água

16. Ovo pochê: ferva uma panela com bastante água e coloque um pouco de vinagre. Desligue o fogo, quebre o ovo no centro da panela e tampe. Cozinhe por 3 minutos ou até as claras ficarem opacas.

17. Fios de ovos: bata 2 ovos e 22 gemas com um garfo e passe por uma peneira. Em uma panela, em fogo médio, ferva 1 e 1/2 xícara (chá) de água com 3 xícaras (chá) de açúcar. Coloque os ovos reservados em um funil especial e vá despejando aos poucos na panela, em movimentos circulares. Cozinhe por 1 minuto e retire com um garfo.

Receitas doces

18. Ovos moles: dissolva 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar em 200ml de água e leve ao fogo baixo, sem mexer, até obter uma calda dourada. Deixe amornar e misture com 8 gemas. Volte ao fogo médio, mexendo até engrossar. Polvilhe com canela em pó antes de servir.

19. Suspiro: na batedeira, bata as claras e acrescente 1 colher (sopa) de açúcar para cada clara, batendo até firmar. Se desejar, modele suspiros e asse por 40 minutos em forno médio, preaquecido.

20. Gemada: bata 2 gemas com 2 colheres (sopa) de açúcar na batedeira até ficar cremoso. Sirva com leite quente.

Para saber se o ovo está fresco
Para saber se o ovo está bom para uso, coloque-o dentro de um copo com água. Se afundar, está bom. Se já não estiver fresco, vai boiar no fundo do copo, com a ponta para baixo. Se boiar na superfície, o ovo está estragado.
Benefícios do ovo para a saúde
Ele possui nutrientes importantes para o organismo, como vitamina A, carotenoides (essenciais para a saúde dos olhos), ácido fólico, vitamina E, vitamina B12 e ômega-3. Além disso, é um dos alimentos que mais possuem proteína em sua composição. Por conter todos estes nutrientes o ovo ajuda na melhora da memória e da concentração, combate a anemia e garante maior saciedade. Mesmo assim, é importante consumi-lo com moderação e combiná-lo com outros tipos de alimentos.

Fonte: Guia da Cozinha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + cinco =