As acusações do empresário contra Moro foram feitas em 2021, num depoimento à juíza Gabriela Hardt, que não deu prosseguimento ao caso

O ex-deputado e empresário Tony Garcia, que afirma ter se transformado em um “agente infiltrado” do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) durante a operação Lava Jato, voltou à carga contra o atual senador na noite desta quarta-feira (6), em sua conta do Twitter.

O empresário pergunta:
“É mentira que vc me chamava em seu gabinete e me dava alvos para buscar? É mentira que vc combinava comigo e com o MPF como proceder com esses alvos? Tenha dignidade uma vez na vida e responda se sim ou não. Vou AFIRMAR isso qdo for ouvido pela PF E @MPF_PGR.”

Caso engavetado
Tony Garcia, pivô da prisão de Beto Richa no Paraná, em 2018, afirmou em delação premiada que fez gravações ilegais do ex-governador e outras autoridades da República a mando do ex-juiz Sérgio Moro e de procuradores da operação Lava Jato.
Garcia afirmou ainda que as provas clandestinas eram trocadas por promessas de benefícios na Justiça. Ele afirma que era obrigado a omitir até mesmo de seus advogados a parceria ilegal.

As acusações contra Moro foram feitas em 2021, num depoimento à juíza Gabriela Hardt. O caso ficou parado na 13ª Vara Federal de Curitiba até que foi remetido pelo juiz Eduardo Appio, hoje afastado do cargo, ao Supremo Tribunal Federal (STF).

As acusações de Tony Garcia estão numa petição enviada recentemente ao gabinete do ministro Dias Toffoli no STF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + sete =