A assembleia irá decidir se a categoria entra ou não em greve a partir de 9 de março – Foto: Reprodução SindUTE MG

 Profissionais da educação da rede estadual de Minas Gerais continuam em luta pelo pagamento do piso salarial do magistério. Na próxima terça-feira (8), o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (SindUTE/MG) convoca uma assembleia estadual presencial que acontece às 14h no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Depois da assembleia, a categoria realiza um ato político pela cidade.

Neste mesmo dia, os professores estarão com os trabalhos paralisados. A assembleia irá decidir se a categoria entra ou não em greve a partir de 9 de março.

“O governo do estado conhece a nossa reivindicação e sabe que existem duas legislações que precisam ser cumpridas: a Lei 21.710 e a Constituição do estado de Minas Gerais”, argumentou a professora Denise Romano, coordenadora geral do SindUTE/MG, em vídeo gravado no dia 3 de março, na Cidade Administrativa.

Em 2022, o Piso Salarial Profissional Nacional foi reajustado em 33,24%, chegando ao valor de R$ 3.845,63. Atualmente, o vencimento básico de uma professora em Minas Gerais é de R$ 1.982,54.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − um =