ESCRITO POR IZABELLA MACHADO, DE ARAÇUAI
SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG
Festival ocorre de 14 a 16 de julho

Brancas, amarelas, envelhecidas, armazenadas, industrializadas. Cachaça pura, cachaça ouro, cachaça artesanal, cachaça redestilada… As variedades são muitas e se encontram no XX Festival Mundial da Cachaça, em Salinas, que será realizado de 14 a 16 de julho, na Passarela da Alegria.
O festival vai oferecer workshops, stands com degustação e vendas, visitação guiada pelo Museu da Cachaça e em propriedades rurais, city tour e palestras, além de uma grande oportunidade de network.

Programação do evento

“Um festival grandioso que recebe produtores do Brasil e do mundo. A negociação que gira no evento é enorme e mostra o poder do município no setor. O Sistema Faemg Senar e o Sindicato de Produtores Rurais de Salinas têm uma parceria em evolução com o produtor rural por meio do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Cachaça e com o turismo rural, que vem com tudo durante o período de festa para agregar a programação”, ressaltou o agente de desenvolvimento rural do Sindicato dos Produtores Rurais de Salinas, Artur Rocha.
De acordo com o técnico de campo do ATeG Cachaça, Eduardo Vidal, em 2023 o Sistema Faemg Senar estará novamente com um stand no evento para apresentar o programa. “O produtor pode tirar dúvidas, conhecer os nossos atendidos e trocar informações, evoluindo o contato para participar de outras turmas na nossa região”.
O gerente regional em Araçuaí, Luiz Rodolfo Antunes Quaresma, relatou que o projeto ATeG Agroindústria – Cachaça atende, atualmente, quatro municípios: Salinas, Francisco Sá, Araçuaí e Novorizonte. “É nítida a evolução das propriedades, que saem da informalidade para alçar vôos mais promissores. É mais tecnologia, inovação, qualidade para o paladar de quem aprecia e dinheiro no bolso para quem investe. Aguardamos os entusiastas, empresários e produtores no stand do Sistema Faemg Senar. Iremos mostrar como colaborar com a capacitação no setor”, indicou.
Oportunidade para o Turismo Rural
Em 2022, a instrutora Gal Bernardo acompanhou o Programa Agente de Turismo Rural, ofertado pelo Sistema Faemg Senar no município, e garantiu que há variedade em artesanato, gastronomia e propriedades rurais promissoras para visitação. “Um modelo em franco crescimento, que propõe menos aglomeração e mais natureza”, disse. “Pensar nessa modalidade é propor a sustentabilidade que tanto se busca na atividade turística. Ter feito parte do programa, com certeza foi um divisor de águas no trabalho que desenvolvo”, completou a gestora da Instância de Governança Regional Circuito Turístico da Cachaça e turismóloga, Eurika Guimarães.
Os agentes de turismo rural propõem programação aos turistas em diversas frentes como motocross, cavalgada, ciclismo e gastronomia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − treze =