Pela primeira vez na história do município de Lontra(emancipado em 1992), no norte de Minas Gerais, a Câmara Municipal devolveu para os cofres da Prefeitura a sobra do orçamento do Legislativo. O valor, de R$ 80 mil, será utilizado na aquisição de cestas básicas para as pessoas em situação de vulnerabilidade social.
“Temos uma importante parceria com o nosso Legislativo, que não refutou em ajudar a nossa cidade, aprovando projetos importantes em benefício de toda população, especialmente a mais necessitada. E agora, graças a contenção de gastos tão necessária neste momento de recessão, a Câmara devolve para o erário esses recursos,que decidimos conjuntamente usá-los na aquisição de cestas básicas para quem precisa“, comentou o prefeito Dermeval Mendes dos Reis, o Macarrão.
Para o presidente da Câmara Municipal, Daniel da Socorrinha, essa devolução tem a intenção de contribuir com a administração pública em questões importantes para o município. “Não estamos fazendo nada mais além da nossa obrigação, em devolver o dinheiro que não foi usado pela Câmara para a Prefeitura aplicar em prol da nossa população”, disse.
A atual legislatura é formada pelos seguintes vereadores: Murilo Rodrigues, Edemilson do Noé, Zé da Lêda, Valdeir Andrade, Maria do Leôncio, Jean do Mazim, Daniel da Socorrinha, Guito Oliva e Jaime da Guilherme Tur.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + dezoito =